Universidade Sénior do Porto Santo expõe “toques d’alma”

Exposição fotográfica “toques d’alma”

Se uma imagem vale mil palavras, não existem no mundo palavras suficientes para descrever a exposição “toques d’alma”, da Universidade Sénior do Porto Santo.

“toque sem usar as mãos”

Inspirada no poema de Gabriel Castro “Eu já vi beijos sem usar os lábios, toque sem usar as mãos”, as fotografias desafiam-nos a refletir sobre a partilha de afetos. Nas imagens, a preto e branco, essa partilha ganha novas expressões.

Transmitir afetos

“Numa altura em que o distanciamento físico e social é a palavra de ordem, é imperativo repensar a nossa relação com os outros e a troca de afetos”, lemos na apresentação da exposição fotográfica.

Sorrisos

 “De que forma podemos mostrar ao outro que gostamos dele? De que forma podemos mostrar afeto sem haver o tradicional beijo ou aperto de mão?”, resumiu, ao Jornal Digital A Ilha, a responsável pelo projeto. Para Rute Areal, o tempo que vivemos obriga-nos a refletir sobre a solidão e o afastamento uns dos outros e a forma de combater esse distanciamento, seja através de um gesto, seja através de um olhar.

Um gesto.

Aberta aos “jovens” com mais de 55 anos, a Universidade Sénior do Porto Santo procura estimular o envelhecimento ativo. “Não fiquem em casa” é o apelo final lançado por Rute Areal, “a Universidade Sénior promove, todas as semanas, atividades surpresa, para as quais todos estão convidados a aparecer.”

Encurtar distâncias

A exposição está patente no Centro Cultural do Porto Santo de 12 a 27 de novembro.

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

Animais marinhos das ilhas em exposição

Qui Nov 12 , 2020
Uns têm pés na cabeça, são predadores ativos e vivem desde a superfície até profundidades abissais; outros, como as lapas e caramujos, são animais herbívoros marinhos; outros, ainda, têm nomes tão estranhos, como:cavaco ou água-viva. Sabia que há espécies de águas-vivas, também conhecidas por alforrecas, comestíveis? Estes são alguns dos […]