Tiago Camacho prepara corrida à Câmara

“Exigir tudo aquilo que os porto-santenses precisam para ter uma qualidade de vida”

“Urge a necessidade de uma Câmara Municipal com pulso forte e disposta a fazer de tudo e a exigir tudo aquilo que os porto-santenses precisam para ter uma qualidade de vida. Fazer com que o Porto Santo seja tratado com o cuidado sobre a particularidade que é – uma ilha e não apenas mais um concelho da Madeira.”

Foi com estas palavras que Tiago Camacho deu a conhecer a sua intenção em participar nas próximas eleições autárquicas.

E é por isso que após muita ponderação, considero que existe uma oportunidade para um lançamento de uma candidatura independente nas próximas eleições autárquicas.”, referiu ao jornal digital A Ilha.

Para o jovem candidato, esta será a segunda vez que participa nas eleições autárquicas, “tentarei criar uma coligação de pessoas interessadas na sua terra, que tenham vontade e força para exigir o que é seu por direito e que não fiquem satisfeitas com o “suficiente”. Essa a minha vontade expressa neste novo ano e tenho fé que irei conseguir num futuro próximo.”

“Sou livre para pensar e agir, respeitando a liberdade dos outros, como é óbvio, e todos nós temos esse direito/dever.”

Questionado acerca das dificuldades e dos obstáculos que poderiam surgir, Tiago Camacho responde com uma certeza, “sou livre para pensar e agir, respeitando a liberdade dos outros, como é óbvio, e todos nós temos esse direito/dever. Quem não entender isso terá grandes problemas para conseguir viver em sociedade, principalmente nos tempos complicados que se aproximam”, acrescentou.

Para Tiago Camacho, este será o tempo de “cativação de novas ideias que surjam por parte de todos, será também um foco importante na obtenção de um apoio/inclusão maior por parte de todos aqueles que se preocupam com a Ilha”, concluiu.

Tiago Camacho na primeira pessoa

“Sou um jovem de 30 anos, nascido no Funchal, mas orgulhosamente profeta de coração e alma. Interessado e preocupado com o futuro da Ilha, tendo sido a minha casa durante mais de 18 anos.

Fui candidato independente apoiado pelo Bloco de Esquerda à Câmara Municipal, nas últimas eleições autárquicas (2017).

Após essa primeira experiência política, ingressei no partido que me deu apoio, do qual fiz parte da coordenação durante 2 anos e meio. Fui também candidato a Coordenador do Bloco de Esquerda Madeira, em março de 2020. Entretanto desvinculei-me do partido.

Agora, sou livre para pensar e agir, respeitando a liberdade dos outros, como é óbvio, e todos nós temos esse direito/dever.

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

Porto Santo investe mais de um milhão em alcatrão

Dom Jan 24 , 2021
A Ilha do Porto Santo prepara-se para investir mais de um milhão de euros em alcatrão. O estado de degradação das estradas, intervenções na rede de águas e a construção do Caminho Agrícola das Areias levam diversas entidades derramar nas estradas porto-santenses uma verba superior a um milhão de euros. […]