Museu etnográfico promove a arte do palmito do Porto Santo

Arte tradicional porto-santense em destaque. Crédito: MEM

Maria Otília e Salomé Melim, na Ilha do Porto Santo, são as duas artesãs em destaque na nova campanha do Museu Etnográfico da Madeira (MEM).

As duas irmãs, residentes no sítio da Serra de Fora, dedicam-se à ancestral arte de trabalhar o palmito. De acordo com o post promocional do Museu, o artesanato em palmito – utilização da folha de palmeira para produção de utensílios – é um dos exemplos da sábia utilização dos recursos naturais, pelo Homem, desde os primórdios da civilização. Com esta matéria-prima as artesãs produzem vários tipos de chapéus, carteiras, cintos e até forros para copos e garrafas.

Artesanato porto-santense resiste ao tempo. Crédito: RTP

Estas artesãs são herdeiras de uma longa tradição familiar e local, já que, em tempos idos, a Serra de Fora era conhecida pela manufactura de chapéus de palmito.

Tradição e modernidade

A nova campanha do Museu etnográfico da Madeira procura aliar a tradição e as novas ferramentas tecnológicas.

O recurso aos meios digitais procura, assim, divulgar o artesanato madeirense e, em simultâneo, promover a venda destes produtos tradicionais, como forma de valorizar estes saberes antigos, em risco de extinção. “Através da partilha de obras de artesanato, de produção regional, o museu pretende dar a conhecer os artesãos madeirenses e incentivar a população em geral, a comprar o que é NOSSO.”, pode ler-se na publicação do Museu Etnográfico da Madeira.

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

Eleições presidenciais - votar no Lar e em casa

Ter Jan 19 , 2021
A votação para as eleições presidenciais decorre hoje e amanhã, nos Lares e em casa das pessoas confinadas que pediram manifestaram a intenção de votar. As estruturas residenciais para idosos, popularmente conhecidas como lares, recebem a visita das equipas que transportam as urnas para a recolha dos votos. Na Região, […]