JPP reclama reconhecimento da Fonte da Areia

Imagem de Postal ilustrado.
Crédito: http://ww3.aeje.pt/avcultur/avcultur/Postais3/PortoSto/008_PortoSto.jpg

O partido Juntos pelo Povo (JPP) quer o sítio da Fonte da Areia reconhecido como Monumento Natural.

Durante o debate, ontem, na Assembleia Legislativa Regional, o deputado do JPP, Rafael Nunes questionou o motivo pelo qual o emblemático espaço porto-santense não integra a lista da Rede de Monumentos Naturais da Região.

Recorde-se que a Ilha do Porto Santo é já um espaço com diversas referências: cabeço das laranjas, no Ilhéu de Cima; pedreira, no Pico Ana Ferreira; o Ilhéu da Cal e, claro, a praia.

Para Rafael Nunes, locais como a Fonte da Areia, ou as Grutas de São Vicente preenchem todos os critérios para serem reconhecidos como monumentos.

Fonte da Areia votada ao abandono

A 6 de fevereiro de 2018 Câmara e Governo anunciavam a intenção de recuperar a Fonte da Areia: Crédito Jornal da Madeira

O estado atual da Fonte da Areia não será alheio à sua não inclusão na Rede de Monumentos.

Com o acesso encerrado há vários anos, o mais emblemático espaço da costa norte da Ilha, aguarda pelo cumprimento das muitas promessas políticas para a sua recuperação.

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

Nascer nos céus da Madeira

Qua Jan 20 , 2021
A 20 de janeiro de 1995, o Diário de Notícias da Madeira dava conta de um facto inusitado: o nascimento de uma criança a bordo do Aviocar. Maria Isilda Melim, de 36 anos a terminar a gravidez, residente no Porto Santo, estava a ser transferida, de emergência, para o Hospital […]