Correr, sofrer, sofrer, sofrer,… e vencer

A equipa do Ginásio Clube do Porto Santo.
Crédito: Bruno Rodrigues

Memorizem estes nomes: Bruno Rodrigues, Hugo Rodrigues, Nuno Lopes, Nuno Silvestre e Romeu Sousa.

Eles são cinco magníficos! Os atletas da equipa do Ginásio Clube do Porto Santo que este ano atingiram excelentes resultados, a nível individual e a nível coletivo, numa dezena de provas de ciclismo.

A equipa do Ginásio Clube do Porto Santo na frente do pelotão.
Crédito: Bruno Rodrigues

O registo impressiona:

Ranking Estrada – Equipas: Ginásio Clube Porto Santo 2º; Elites: Bruno Rodrigues 1º, Hugo Rodrigues 4º, Nuno Lopes 19º, Master30: Romeu Sousa; 1º; Ranking XCO (BTT) – Equipas: Ginásio Clube Porto Santo 1º; Elites: Hugo Rodrigues 1º, Nuno Silvestre 2º, Nuno Lopes 4º, Master30: Romeu Sousa 4º ; Campeonato da Madeira de Maratonas XCM(BTT) – Equipas: Ginásio Clube Porto Santo 2º; Elites: Hugo Rodrigues 1º (Campeão Regional), Nuno Lopes 6º, Master30: Romeu Sousa 4º; 45ª Volta à Madeira em Bicicleta – Bruno Rodrigues 2º Elite e 8º geral, Romeu Sousa 3º Master30 e 10º geral.

Ao jornal digital A Ilha, o mentor do projeto adiantou o desejo de, no futuro, avançar com a escola de ciclismo no Porto Santo e, claro, continuar a cativar mais praticantes para o atletismo e para a natação. Para Bruno Rodrigues, a mensagem aos jovens porto-santenses é clara: “acima de tudo pratiquem desporto, mas apostem nas modalidades do Futuro.” E deu como exemplos o ciclismo, a natação e o atletismo. “São modalidades que usam o outdoor e que podem ser praticadas em grupo e individualmente.”, acrescentou ao jornal.

Atleta porto-santense em ação

No balanço da época, Bruno Rodrigues não esqueceu os muitos patrocinadores que se associaram ao Ginásio Clube do Porto Santo e que, sem os quais, estas conquistas seriam um pouco mais difíceis.

Podem bater palmas. Estes cinco magníficos merecem-no, conquistaram esse direito.

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

Mataram a palmeira! Não matarão a esperança!

Dom Nov 15 , 2020
(Artigo de opinião da Professora Margarida Dias) “não me venhais com desculpas esfarrapadas” Cheguei. Parei. Olhei. Recuei. Avancei e olhei novamente. Recusava-me a acreditar no que os meus olhos estavam a observar. Pensei que estava a ver mal: meu entendimento não conseguia processar corretamente o que aquele vazio significava. Outrora […]