Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

Mãe, Obrigado!

Dom Mai 1 , 2022
No dia em que assinalamos aquela sem a qual não existiríamos, o jornal digital A Ilha presta homenagem a todas as mães do mundo, através do texto de António Gedeão. Parabéns, Mães! Obrigado! Luísa sobe,sobe a calçadasobe e não podeque vai cansada.Sobe Luísa,sobe que sobesobe a calçada.Saiu de casade madrugada;regressa […]