A Ilha do Desporto

Apesar do resultado, todos reconheceram que lutaram com galhardia

Não sei se a caça é desporto, nem isso importa para esta curta crónica, se o que procuramos são exemplos da prática desportiva na nossa Ilha.

Eles não faltam, do mar à serra (digo, Dragoal), dentro e fora de portas, em pavilhões ou ao ar livre, este fim de semana foi pródigo em eventos desportivos.

Chegou ao fim, debaixo de uma intensa chuva de aplausos, a prova rainha do Andebol de Praia

Poderíamos falar sobre a taça dos campeões de Andebol de Praia, na zona do Cabeço, mas penso que já foi tudo dito (e aproveitado) em relação a esta exuberante prova. Destacaria apenas o fair-Play demonstrado pelos atletas e aquele gesto técnico de remate em rotação sobre si próprio. Foi um prazer assistir. Ia falar também dos troféus, com areia do Porto Santo, mas hoje as polémicas ficam na gaveta.

Poderíamos falar dos nossos bravos leõezinhos que, no pavilhão do SCPS, demonstraram garra e querer perante adversários maiores, nunca melhores.

Poderíamos falar do padle, do ciclismo, do bilhar, da caça… bom, exemplos não faltam!

Há dúvidas quanto ao potencial desportivo da ilha do Porto Santo?

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *