A arte do azulejo na Ilha

Representação da Pietá em azulejo, na Igreja de Nossa Senhora da Piedade.

No Dia Nacional do Azulejo, o jornal digital A Ilha presta homenagem a esta arte milenar e recorda a mais emblemática representação artística existente na Ilha – a Pietá da Igreja de Nossa Senhora da Piedade.

O painel de azulejos, colocado em 1940, reproduz uma cena bíblica – a Pietá – uma representação do encontro entre Jesus, sua Mãe e Maria Madalena no Monte Calvário. A dramática cena serviu de inspiração a diversos artistas, ao longo dos séculos, como o escultor Miguel Ângelo ou o pintor flamengo Anthony van Dyck, que inspirou a representação porto-santense.

Na mesma igreja é possível observar outros azulejos, tanto no exterior, na torre sineira, como no interior, as paredes laterais apresentam um lambril de azulejos tipo tapete. Decoração também visível num outro templo, a capela do Espírito Santo, no Sítio do Campo de Baixo.

Moinho tradicional do Porto Santo em azulejo

A arte da azulejaria chegou até nós através dos árabes, por ocasião da conquista da Península Ibérica. Mais tarde, os portugueses adaptaram esta forma artística ao gosto ocidental e, além da geometria, os azulejos passaram a incluir cenas do quotidiano, religiosas ou naturais, com as quais se decoraram palácios, Igrejas, conventos, solares e jardins e, mais tarde, estações de comboio e de metropolitano.

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

Uma Nova Esperança para os jovens

Sex Mai 7 , 2021
“É neles que temos que apostar.”, afirma Luís Bettencourt. No vídeo hoje apresentado, o candidato independente assumiu o compromisso de ajudar os jovens porto-santenses. Rodeado de juventude, o líder do movimento UNE (Uma Nova Esperança) assumiu ser importante criar bolsas de estudo, assim como criar oportunidades de trabalho no Porto […]