Re(a)cordar Pessoa

Excerto da revista Pessoa Plural, nº 21, publicação conjunta da Brown University e da Universidade dos Andes

Há datas que se tornam notícia, porque nesse dia aconteceram eventos assinaláveis. Assim é como a data de 13 de junho.

Além das ligações pessoais que eventualmente alguns leitores possam ter a este dia, há três personalidades marcaram para sempre este momento: António Variações, Eugénio de Andrade e… Fernando Pessoa.

Todos dispensam apresentações. António Variações, o artista multifacetado morreu nesta data, assim como o poeta Eugénio de Andrade, mas cuja obra, imortal, nos leva a recordá-los neste dia. Já o autor do Livro do Desassossego assinala hoje a data do seu nascimento. De uma vida pessoal algo atribulada, ficou uma obra, sobretudo poética, inigualável, que ainda hoje inspirada autores e prende investigadores que procuram compreender o génio criativo desta mente complexa.

A assinalar a data, o jornal digital A Ilha deixa aqui uma pequena referência a um conjunto de documentos recentemente disponibilizados pela família Pessoa. Este trabalho consta da revista Pessoa Plural, apresentada recentemente no VIIº Festival Literário do Porto Santo, pelo investigador Jerónimo Pizzaro que, em conjunto com Rui Sousa e Manuel P. Fernandes, se tem debruçado sobre os textos pessoanos. Entre correspondência diversa, foram identificados novos poemas, singelos, como as canções para acordar crianças que ilustram este artigo.

Parabéns, F. Pessoa! Continuas bem vivo!

Carlos Silva

Depois de uma viagem tranquila, mergulhado num mar de dúvidas, aportei a 2 de setembro de 1999, à Ilha do Porto Santo! À chegada, uma doce e quente onda de calor, qual afago de mulher amada, assaltou-me, até hoje! Do sucedido de então, até aos dias de hoje, guardo-o na memória; os sucessos, de hoje em diante, aqui ficam, para memória futura, da minha passagem pela Ilha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Next Post

São João rima com animação

Ter Jun 14 , 2022
Arranca amanhã a animação musical das Festas de São João, no Porto Santo. No Palco Cidade, as honras de abertura couberam à artista porto-santense Sónia Soares. Uma voz única que há longos anos anima o espaço musical e radialista na Ilha. Segue-se o grupo de cantares tradicionais Amigos do Cantar, […]